Dicas para Bebes

8 dicas para aliviar as cólicas do seu bebê

Nos bebês recém-nascidos, as dores causadas pelas cólicas, embora desconfortáveis, são bastante comuns. Normalmente, elas vêm acompanhadas de choros intensos e os pais muitas vezes não sabem o que fazer para aliviar o sofrimento de seus pequenos. É importante ressaltar que a cólica não possui uma causa definida, normalmente costuma estar associada aos gases gerados pela amamentação ou ingestão de algum tipo de alimento. 

Em crises intensas, é ideal que os pais mantenham a calma e saibam como tranquilizar a criança. Por isso, reunimos abaixo algumas dicas que ajudam a aliviar os incômodos causados pelas cólicas. Confira! 

  • Após o bebê mamar, seja no peito ou na mamadeira, não esqueça de colocá-lo para arrotar. Isso é essencial para que ele elimine os gases e diminua as chances de cólicas;
  • Em situações de choro, mantenha o bebê próximo do seu corpo, para que ele se sinta protegido e aquecido, o calor pode amenizar a sensação de dor;
  • Falando em calor, uma dica é dar um banho morno e relaxante no bebê, muitas vezes a tranquilidade desse momento é capaz de acalmar a dor causada pela cólica;
  • Massagear o abdômen da criança com movimentos circulares ou mesmo colocar uma bolsa de água morna ou um pano úmido sobre a sua barriguinha também pode auxiliar nesse momento, mas cuide para não aquecer a água em excesso;
  • Segurar o bebê em seu colo, em posição de bruços e manter a mão levemente pressionada sobre a barriga dele também pode ajudar a aliviar a dor;
  • Para eliminar gases e, consequentemente, aliviar as cólicas, deitar o bebê de barriga para cima e fazer movimentos de bicicleta com suas perninhas também é uma dica que costuma ser útil neste momento;
  • Em casos de cólica, embora o peito ajude a acalmar a criança, evite amamentá-la, pois a sucção feita por ela pode contribuir para as dores.

Essas dicas costumam auxiliar mamães e papais no alívio das cólicas intestinais de seus filhos. Mas lembre-se, nenhuma delas dispensa a necessidade de consultar com o pediatra de sua confiança, afinal, o acompanhamento médico é muito importante durante todas as etapas da infância. Se você gostou do conteúdo, compartilhe com seus amigos!

Related Posts