Dicas para Mamães

3 Passos para Incentivar a Autonomia nas Crianças

As descobertas dos pequenos já começam logo nos seus primeiros meses de vida e cá entre nós, é uma emoção incrível ver cada conquista, acompanhar cada evolução em seu desenvolvimento, o coração se transborda de tanto amor.

E com tantos desafios pela frente, o instinto materno e paterno se sobressaem e ficamos apreensivos, cuidadosos e atentos ao menor sinal de perigo, o que é totalmente compreensivo.

Mas sabendo distinguir o que é perigo iminente e o que “faz parte” do desenvolvimento das crianças, é muito importante incentivar as pequenas tarefas e desafios do dia a dia, estimular a autonomia para que eles possam descobrir novas possibilidades e principalmente se descobrirem em cada ambiente ou situação que se é colocado à prova.

Por isso listamos 3 passos que auxiliam nesse processo com as crianças, são eles:

1º Crie uma relação confortável e de confiança

Quem não ama vestir os filhos com aquela roupinha que achou tão linda? Mas antes de “sugerir” coloque esse desafio para as crianças decidirem o que elas gostariam de vestir. É um processo que pode ser gradual, não necessariamente colocar o peso da escolha inteira sobre os pequenos.

Se a criança já está em uma fase onde tem coordenação motora suficiente para segurar um copo de água (de plástico), procure estimular ela a buscar essa água da fonte, deixe sempre um copinho exclusivo dela, para que ela mesma possa pegar, sem sentir que depende de um adulto para tal.

2º Contato com a Natureza

Já diziam nos ditados populares, pisar na terra ajuda descarregar energia e cria imunidade. Claro que não precisamos levar totalmente ao pé da letra, mas o contato com a natureza é fundamental no desenvolvimento das crianças. E quando a brincadeira acontece ao ar livre, a imaginação toma conta e automaticamente os próprios se colocam em desafios que exigem atenção, coordenação e consciência de espaço.

3º Respeite o tempo deles

O último e não mais importante, respeitar o tempo de cada criança. Isso é fundamental e independente de qualquer situação. Cada criança tem o seu tempo de aprendizado a melhor forma de lidar com isso é a compreensão através da conversa.

O estímulo deve ser natural, sem forçar nenhum tipo de situação que a criança se mostre desconfortável, fazendo com que além de tudo se crie uma relação de confiança entre ambos.

Fonte: lunetas.com.br