Dicas para Mamães

Benefícios e dicas para inserir os bebês na natação

Alguns pediatras e especialistas indicam a natação para os bebês a partir dos 06 meses. Já outros, por outro lado, indicam a atividade a partir dos 03 meses e há ainda quem diga que o ideal é depois dos 02 anos. Mas afinal, qual a idade certa para inserir o bebê na natação?

Aos 03 meses, o benefício maior é o bebê já ir se acostumando com o ambiente aquático para quando ficar maiorzinho e, de fato, aprender a nadar. Já aos 06 meses, o bebê já tomou todas as vacinas e o risco de infecções devido ao contato com a água diminui bastante. Por fim, dos 02 anos em diante, a criança pode aproveitar melhor as aulas, compreender o que está acontecendo e se sentir mais segura dentro da piscina.

O que os médicos e professores de natação costumam considerar é o desenvolvimento de cada bebê. Por isso, o ideal é que, antes, os pais levem ao pediatra para que ele avalie se a criança possui problemas respiratórios ou de pele, que podem agravar com a atividade.

No dia 08 de abril é comemorado o Dia da Natação, por isso listamos alguns benefícios e boas razões para colocar os bebês nesta atividade desde cedo. São eles:

01 – Melhora a coordenação motora;
02 – Estimula o apetite
03 – Aumenta o vínculo afetivo entre os pais e o bebê;
04 – Previne algumas doenças respiratórias;
05 – Ajuda o bebê a engatinhar, sentar ou andar mais facilmente;
06 – Ajuda o bebê a dormir melhor;
07 – Ajuda na resistência respiratória e muscular do bebê;
08 – Relaxa o bebê, pois a piscina lembra quando ele estava dentro da barriga da mãe.

Como devem ser as aulas?

Essas aulas devem ser orientadas por um professor especializado e pelos pais. A primeira aula deve durar cerca de 10 – 15 minutos, aumentando depois para 30 minutos. O ideal é que não passem disso porque o sistema de regulação de temperatura da criança ainda não se encontra bem desenvolvido.

Escolha academias ou escolas que ofereçam bons profissionais, piscinas com boas condições de higiene e espaços para trocar e preparar o bebê para as aulas.

Verifique se o pH da água está em torno de 7, neutro. E se temperatura é a ideal, entre 27 e 29 °C.

O ideal é usar fraldas especiais nos bebês, que não inchem ou vazem na água, facilitando os movimentos.

Não alimente a criança até 01 hora antes da natação. Também não é aconselhável levá-las para as aulas de natação quando estiverem doentes ou resfriadas.

É normal o bebê se assustar na primeira aula. Para o ajudar, os pais podem fazer brincadeiras com o bebê durante o banho para ele se acostumar com a água.

Vale lembrar novamente que, quanto mais cedo começar, maior será o repertório motor e emocional do bebê, o que auxiliará em um crescimento saudável. Mas lembre-se sempre de conversar com o pediatra da criança antes de iniciá-la no esporte.

Fonte: Gustavo Borges Metodologia, Academia Gustavo Borges e Blog Cordvida 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.