Dicas para Mamães

Mordedores para bebês, como escolher?

Os bebês passam por algumas etapas desconfortáveis durante o seu desenvolvimento, e o crescimento dos dentes é sem dúvidas um desses momentos. Dores e incômodos envolvem a criança neste período e uma boa sugestão para aliviar este desconforto são os famosos mordedores.

Os estímulos orais começam por volta dos dois a três meses de idade, e é exatamente nessa fase que os pequenos começam a levar as mãos e até mesmo os pés na boca. Por isso, ter o mordedor da criança sempre por perto, garante a segurança dos pequenos e evitam outros riscos.

Mas afinal, você sabe qual o ideal para os pequenos?

Nós separamos algumas dicas para você escolher sempre a melhor opção para os seus filhos, confira!

 

– Observe o Material

Assim como tudo o que você for comprar para os bebês, desde roupas até brinquedos, você deve levar em consideração o material que aquele produto foi produzido, principalmente quando se trata de um mordedor, que é algo que a criança leva até a boca. Por isso, escolha peças que não contenha substâncias tóxicas ou alergênicas, como o látex e algum tipo de ftalato, além disso, outro composto a ser evitado é o Bisfenol A ou BPA, que podem desencadear vários problemas de alergias nos pequenos.

Uma ótima sugestão é optar por mordedores com o selo “BPA Free” e os que são fabricados com borracha natural, madeira e vinil atóxico.

 

– Certificação do produto

Procure peças com o selo do INMETRO que é o órgão responsável pela certificação de qualidade dos produtos comercializados no Brasil. Em alguns casos, os mordedores contam com certificados internacionais, que permite que você pesquise sobre a empresa fabricante e assim, conhecer mais do processo de fabricação das peças.

 

– Escolha um mordedor adequado para a idade

Diferente do que muitos pensam, os mordedores não são todos iguais, existem diferenças para cada idade. Por exemplo, as peças grandes podem dificultar e machucar a criança, já que as mãozinhas são pequenas e ela terá dificuldade em segurá-las.

Fique atento na embalagem do produto, que mostra as recomendações para cada idade.

 

– Alivio refrescante

Algumas linhas de mordedores são projetadas para proporcionar um efeito refrescante, ajudando a reduzir a coceira na gengiva do bebê. Isso é possível, pois as peças possuem água e podem ser levadas à geladeira. A temperatura do produto acalmará a pele da gengiva, garantindo alívio nos períodos mais críticos da dentição.

 

– Higienização

A higienização é de extrema importância, portanto, limpe os mordedores regularmente com água e detergente neutro. Utilize também uma escovinha de dentes para remover a sujeira que pode ficar presa nos cantinhos e mantenha longe de animais de estimação.

 

Essas são algumas dicas simples, mas que fazem toda a diferença na segurança dos seus filhos e você ficará tranquila em saber que está escolhendo um produto que não afetará a saúde e a vida dos pequenos.

 

FONTE: Bebeteca.com e Rihappy